Dicas de segurança para evitar roubos ao transporte de cargas

A insegurança das estradas e rodovias do país chegou a níveis alarmantes no ano de 2019. Segundo um estudo realizado no Reino Unido, o Brasil ocupa a 7° posição no ranking mundial de roubos ao transporte de cargas em todo o mundo.

Para quem ganha a vida nas estradas, a situação não é uma novidade. As condições precárias das rodovias, o alto índice de assaltos a caminhões e roubos de carga, o crescente número de acidentes fatais envolvendo veículos pesados e as longas horas trabalhadas tornam a profissão uma das mais perigosas do país.

Vulneráveis à operação das quadrilhas, empresas de transporte e motoristas desenvolvem estratégias para agir de forma preventiva e driblar os riscos nas rodovias. Confira abaixo algumas dessas práticas comuns para evitar ser um alvo dos roubos no transporte de cargas e garantir uma viagem segura.

Faça transporte diurno

De acordo com estudos da Polícia Rodoviária Federal, cerca de 22% dos roubos a carga registrados no Sudeste do país foram realizados a noite, facilitados pela falta de iluminação, fiscalização e áreas seguras de parada nas estradas.

Para evitar riscos, estabelecer uma rota diurna para o transporte é a forma mais simples de evitar a ação das quadrilhas. Além disso, investir em comboios de caminhões também é uma alternativa mais segura, já que a maior quantidade de veículos circulando juntos acaba por inibir a atividade criminosa.

Planeje e trabalhe com rotas variadas

Ao estabelecer um alvo, as quadrilhas comumente passam a identificar os trajetos comuns para o carregamento, transporte e descarregamento da carga visada. Essas informações são fundamentais para estabelecer quando e como o roubo será realizado, o que deixa o motorista em risco constante.

Por isso é fundamental que empresa e caminhoneiro estipulem rotas diferentes para o transporte de cargas de risco, como eletroeletrônicos, medicamentos, cigarros, bebidas, autopeças e artigos alimentícios. Diversificar no planejamento de rotas, variar os caminhões específicos utilizados para a entrega e conhecer os locais com maior incidência de crimes também são formas úteis de prevenir abordagens.

Treinamento e informação são fundamentais

Ficar atento a atividades suspeitas de veículos nas estradas não é suficiente para evitar a ação das quadrilhas. É preciso que o motorista conheça a forma de operação dos criminosos e, através desse conhecimento, não caia em golpes que podem colocar sua segurança em risco.

Pode parecer simples, mas não dar detalhes da mercadoria transportada e não informar datas e locais de carga e descarga para pessoas estranhas (e até mesmo conhecidos) é um dos passos principais para garantir a sua segurança.

Estar em constante comunicação com a empresa, saber onde estão localizados os postos da Polícia Rodoviária Federal e ficar atento à blitzes falsas são outros fatores que podem ajudar a inibir a ação dos criminosos.   

É importante também estar bem informado sobre medidas emergenciais e orientações sobre prevenção de acidentes para garantir uma viagem mais tranquila e minimizar os riscos de danos e prejuízos ao motorista e ao caminhão.  

Programe as paradas

Outra medida de segurança é programar as paradas para descanso, abastecimento e alimentação de acordo com a rota estipulada e variar nos horários determinados. Como já citamos, as quadrilhas observam a atividade dos motoristas e a rota dos caminhões para escolher o melhor momento de agir, por isso é importante não deixar qualquer pista ao manter uma rotina rígida de locais e horários.

Estipular um cronograma de parada em locais seguros, variados, bem iluminados e, de preferência, que contem com a presença de seguranças e/ou autoridades policiais também é fundamental.

Invista em tecnologia

Buscar o auxílio das novas tecnologias para garantir a segurança nas estradas é uma prática que vem ganhando cada vez mais adeptos ao longo dos últimos anos. A utilização de softweres, dispositivos de rastreamento e planejamento de rotas e sistemas integrados e automatizados de gerenciamento não são novidade, mas a sua adoção vem sendo comprovada não apenas por empresas de transporte de carga, mas também por motoristas autônomos, graças a sua eficácia em prevenir acidentes e assaltos.

É importante lembrar que todas essas medidas de segurança são fundamentais na antecipação das atividades criminosas, sempre em caráter de prevenção. Reagir a ação de bandidos nunca é indicado e pode levar a consequências graves.

Não se colocar em risco é a única forma de evitar que o motorista, a carga e o caminhão sejam alvos das quadrilhas. Tudo para garantir a volta em segurança para casa.  

Faça uma cotação

2 comments on “Dicas de segurança para evitar roubos ao transporte de cargas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *