Novas tecnologias prometem reduzir acidentes no transporte de cargas

O desenvolvimento de novas tecnologias tem ajudado as autoridades a garantir um trânsito mais seguro ao redor do mundo. As inovações na área de transportes garantem mais segurança no trânsito para pessoas e cargas, graças aos investimentos no desenvolvimento de softweres inteligentes, sistemas de monitoramento e projetos de sustentabilidade que vem provando que a tecnologia pode ser uma verdadeira aliada quando o assunto é preservar vidas.

A evolução e modernização dos sistemas de tráfego nas estradas é uma discussão mais que necessária, já que os acidentes de trânsito são hoje os maiores responsáveis pelo número de morte de pessoas entre 15 e 29 anos em todo o mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

O panorama vem sendo alterado graças a bons exemplos do uso da tecnologia para garantir a melhora na segurança viária, mas a evolução está só começando. Além dos investimentos em tecnologias para modernização de estradas e rodovias, as tecnologias automotivas provenientes do acesso da população a recursos digitais têm se mostrado uma ferramenta importante para reduzir acidentes e garantir uma viagem mais tranquila.

Carros inteligentes e sistemas de tecnologia avançada

Desde a evolução dos veículos de transporte, a inteligência por trás dos recursos automotivos vem garantindo mais segurança no processo de transportar pessoas e/ou cargas ao longo de rodovias e estradas.

A referência, um aprimoramento dos freios ABS, já é responsável por salvar a vida de dezenas de pessoas envolvidas em acidentes de trânsito. O ESP é um recurso que utiliza sensores para identificar e corrigir automaticamente a perda de tração nas quatro rodas, devolvendo o controle do carro ao motorista em caso de instabilidade dos eixos dianteiros ou traseiros. Conhecido como “Eletronic Stability Program”, ou Programa Eletrônico de Estabilidade, ele tem a função de garantir que o automóvel siga na trajetória original em caso de desestabilização e é fundamental para uma dirigibilidade segura e livre de riscos.

Outros recursos como câmeras em 360º, que tem a função de ajudar os motoristas a identificar obstáculos em volta do automóvel, sistemas de monitoramento remoto que utilizam inteligência artificial para detectar comportamentos de risco no condutor e até aplicativos que garantem mais segurança ao dirigir emestradas também já são provas concretas do uso da tecnologia em ações voltadas para o motorista através do próprio veículo.

O próximo passo, os veículos que dirigem sozinhos, conhecidos como carros autônomos, prometem revolucionar o setor de transportes de pessoas e diminuir drasticamente o número de colisões nas estradas, além de garantir o limite de velocidade de tráfego do veículo, agir de forma a prevenir acidentes e diminuir o tempo de resposta do automóvel em caso de emergência.

Para aqueles que trabalham com o transporte de cargas, os caminhões autônomos serão um aliado das longas horas de trabalho, diminuindo a necessidade de atenção do motorista em serviços braçais, como controlar os pedais e girar o volante, e focando no planejamento inteligente por trás do trabalho que movimenta o setor.

Tecnologia aliada à segurança do caminhoneiro

Para além dos recursos que melhoram a relação veículo/motorista, estão as tecnologias que visam otimizar o fator humano por trás do transporte de carga: os caminhoneiros.

Em desenvolvimento pela empresa Everis, o wereables (dispositivos que podem ser vestidos pelo usuário) criam um conceito inovador de conscientização sobre a segurança no trânsito para os motoristas de transporte. O sistema monitora, em tempo real, a atividade cerebral dos caminhoneiros para identificar situações de perigo real, como a sonolência e o cansaço, afim de detectar quais fatores tem ação na saúde do motorista e influenciam o trânsito.

O dispositivo promete cruzar dados para diagnosticar os períodos e hábitos de risco que levam os caminhoneiros a entrar em situações que causam acidentes nas estradas. A avaliação de itens como tempo de viagem, problemas na estrada, estresse, peso, tabagismo, consumo de alimentos e bebidas, períodos do dia e até mesmo os tipos de carga transportados foram alvo de testes por mais de 500 horas em rodovias, gerando uma base de dados para avaliar quais situações influenciam em acidentes envolvendo veículos pesados. 

Segundo o estudo, fatores como o fumo e a bebida, assim como o amanhecer e o pôr-do-sol resultaram em diminuição da atenção do caminhoneiro ao volante. Como solução, a empresa estuda a utilização de recursos para sensibilizar o motorista, como mensagens de voz gravadas por familiares para despertar a atenção e garantir mais segurança durante a viagem.

Faça uma cotação

One comment on “Novas tecnologias prometem reduzir acidentes no transporte de cargas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *